Mercados da Ásia acompanham EUA e fecham em alta

sexta-feira, 6 de junho de 2008 08:20 BRT
 

Por Kevin Plumberg

HONG KONG (Reuters) - As principais bolsas asiáticas encerraram a sexta-feira em alta, depois que o Banco Central Europeu se juntou ao Federal Reserve esta semana na expressão de preocupações com a inflação.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, mexeu com os mercados ao afirmar que é "possível" que ocorra uma alta na taxa de juros em julho, ajudando a impulsionar o euro para o maior nível em cinco meses contra o iene.

Dados melhores que o esperado de pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos também ajudaram a impulsionar ações na Ásia, antes dos dados de postos de trabalho em maio, que devem ser divulgados nesta sexta-feira.

Às 8h08 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico exceto Japão tinha alta de 0,69 por cento, aos 475 pontos, caminhando para sua terceira semana consecutiva de perdas.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO avançou 1 por cento, para 14.489 pontos, maior fechamento em cinco meses, com os investidores apostando em sólido crescimento nas exportações na esteira de um fraco iene e números melhores que o esperado de vendas de varejistas nos Estados Unidos.

"Desde o início deste mês, representantes de grandes empresas financeiras nos Estados Unidos e Europa fizeram comentários que deram força às ações japonesas", explicou Masayoshi Okamoto, chefe de operações na Jujiya Securities.

A bolsa de SYDNEY também subiu, cerca de 1,12 por cento, para 5.592 pontos, impulsionada por ações de empresas de base como a BHP Billiton e a Woodside Petroleum, depois que os preços do petróleo subiram cerca de 6 dólares do overnight à medida em que o dólar se enfraquecia ante o euro.

"Essas preocupações de inflação certamente são sérias. Podemos estar vendo o pior dela nos próximos três ou quatro meses. As autoridades monetárias estão tentando lidar com ela", afirmou Patrick Bennett, estrategista de ações asiáticas no Société Générale, em Hong Kong.   Continuação...