Lucro do Itaú fica praticamente estável no 3o tri

terça-feira, 6 de novembro de 2007 08:11 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Itaú anunciou nesta terça-feira que seu lucro líquido recorrente no terceiro trimestre somou 1,57 bilhão de reais, praticamente estável em relação ao resultado apurado no mesmo período do ano passado, quando o banco teve um lucro de 1,59 bilhão de reais.

A média das previsões de quatro analistas ouvidos pela Reuters indicava lucro líquido recorrente no trimestre passado de 1,851 bilhão de reais. No segundo trimestre, o banco lucrou 1,92 bilhão de reais.

Com efeitos extraordinários de 859 milhões de reais, o ganho consolidado do Itaú no trimestre ficou em 2,428 bilhões de reais, ante lucro líquido de 71 milhões de reais um ano antes, quando o banco sofreu impacto da aquisição das operações do Bank Boston.

O retorno recorrente sobre patrimônio líquido médio anualizado, um importante indicador sobre a lucratividade de um banco, caiu de 32,5 por cento há um ano para 23 por cento no trimestre passado.

Incluindo os itens extraordinários, como venda de participação na empresa de cartões Redecard, provisão para perdas de planos econômicos da década de 1980 e amortização de ágio relativo à aquisição de ações do Banco BPI, o retorno ficou em 35,6 por cento entre julho e setembro, contra 1,4 por cento um ano antes.

A carteira de crédito do Itaú fechou setembro em 114,07 bilhões de reais, um avanço de 26,9 por cento na mesma comparação. O maior destaque foi na carteira de financiamento de veículos, que cresceu 62,1 por cento, seguido pelo segmento de micro e pequenas e médias empresas, que subiu 26,4 por cento.

As operações de crédito no Chile, Uruguai e Argentina dispararam 871 por cento, saindo de 841 milhões de reais há um ano para 8,164 bilhão de reais no final de setembro.

O banco encerrou o trimestre com ativos de totais de 298,48 bilhões de reais, crescimento de 44,2 por cento na comparação com o mesmo período de 2006.

O Bradesco, maior banco privado do país, divulgou na segunda-feira lucro líquido recorrente de 1,85 bilhão de reais no terceiro trimestre e ativos totais de 317,65 bilhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)