Resultado do 3o trimestre da Bayer supera estimativas

terça-feira, 6 de novembro de 2007 10:16 BRST
 

Por Mantik Kusjanto

LEVERKUSEN, Alemanha (Reuters) - A Bayer divulgou um crescimento maior que o esperado no lucro operacional trimestral graças a fortes vendas em remédios e fármacos, mas afirmou que iria reduzir sua unidade de plásticos, que enfrenta forte concorrência.

O lucro antes de juros, impostos e itens especiais cresceu 24 por cento para 953 milhões de euros (1,38 bilhão de dólares), afirmou a empresa nesta terça-feira, superando as estimativas de 911 bilhões de euros segundo enquete da Reuters.

A Bayer, inventora da aspirina, melhorou seus negócios no setor de bem estar depois da aquisição da Schering, por 17 bilhões de euros, em 2006. Este é o quinto trimestre em que a Schering contribui nos resultados.

A Bayer disse que tomou medidas em relação a sua unidade MaterialScience, que fabrica plásticos, para ajudar a economizar 300 milhões de euros por ano até o fim de 2009.

A unidade, apesar de rentável, enfrenta a ameaça de concorrentes em meio ao aumento da produção global, dólar fraco e alto custo de energia.

A empresa afirmou que haverá cortes de empregos na unidade, que compete com a BASF, Dow Chemical e Saudi Basic Industries (SABIC) .

A Bayer é a líder mundial em poliuretanos, com cerca de 20 por cento em fatia de mercado.

A empresa disse que espera um crescimento nas vendas em mais de 32 bilhões de euros em 2007, um aumento de 6 por cento depois de ajustar o portfólio e atuais efeitos.

As ações da empresa subiram cerca de 40 por cento este ano.