FMI acredita que novos apertos do crédito podem acontecer

terça-feira, 6 de novembro de 2007 14:18 BRST
 

PARIS, 6 de novembro (Reuters) - A inquietação do mercado financeiro pode ter entrado em uma segunda fase que pode resultar em um aperto adicional nas condições de crédito, afirmou nesta terça-feira Simon Johnson, economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os principais bancos centrais do mundo conduziram a situação muito bem e o FMI está confortável com as estratégias de política monetária, acrescentou Johnson.

Ele também afirmou que os preços do petróleo representam um sério risco, maior do que o calculado pelo FMI na publicação recente sobre as perspectivas econômicas mundiais.

"No momento estamos bem confortáveis com a postura dos principais bancos centrais", disse Johson, em referência direta ao Federal Reserve e ao Banco Central Europeu (BCE).

Johnson participa de um debate em Paris sobre perspectivas econômicas e globalização.