Petróleo atinge recorde nos EUA por tensão entre Irã e Israel

sexta-feira, 6 de junho de 2008 17:40 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações e comentários de analista)

NOVA YORK, 6 de junho (Reuters) - Os preços do petróleo nos Estados Unidos dispararam para fechar em um novo recorde nesta sexta-feira, depois de saltarem mais de 11 dólares durante a sessão com uma onda de compras após comentários do ministro do Transporte de Israel de que um ataque às instalações nucleares do Irã parece "inevitável".

Ainda ajudando a elevar os preços, o dólar se enfraqueceu com os fracos dados de emprego nos Estados Unidos e com expectativas de que o Banco Central Europeu deve elevar a taxa de juro.

Colaborou para a alta a estimativa do Morgan Stanley de que o petróleo pode atingir 150 dólares até 4 julho.

Na Nymex, o contrato julho CLN8 fechou em recorde a 138,54 dólares, saltando 10,75 dólares, ou 8,41 por cento.

Durante a sessão, o contrato foi negociado entre 127,80 e o novo recorde intradia de 139,01 dólares, apagando a marca histórica anterior de 135,09 dólares atingida em 22 de maio. Após o fechamento, a commodity chegou a ampliar o recorde na negociação eletrônica para 139,12 dólares.

No ano, os preços já subiram 44,3 por cento.

Em Londres, o petróleo tipo Brent LCON8 ganhou 10,15 dólares, ou 7,96 por cento, fechando a 137,69 dólares por barril, sendo negociado entre 127,23 e 138,12 dólares, também registrando um novo recorde.   Continuação...