6 de Novembro de 2007 / às 21:13 / 10 anos atrás

Bovespa sobe forte com ajuda de commodities, Vivo dispara

SÃO PAULO (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em alta de quase 2,5 por cento nesta terça-feira, desempenho bem acima de Wall Street, à medida a valorização do preço de commodities incentivou a compra de ações, depois de dois dias de baixa.

“Aqui exageraram um pouco na batida de ontem. Lá (EUA) é um problema de crédito imobiliário de alto risco. (Aqui) a alta das commodities ajuda”, comentou Luiz Roberto Monteiro, assessor de investimentos da corretora Souza Barros.

O principal indicador da bolsa paulista avançou 2,45 por cento, para 64.503 pontos. O volume financeiro ficou em 5,9 bilhões de reais.

As blue chips Vale do Rio Doce e Petrobras exibiram ganho de 4,26 por cento e 2,79 por cento, respectivamente. As ações receberam impulso da alta do preço do petróleo, que teve alta de mais de 3 dólares, para 97 dólares por barril, e do preço de metais.

Mas o grande destaque do dia foram as ações da Vivo, que dispararam 6,49 por cento, para 10,33 reais, depois que a companhia anunciou o primeiro lucro trimestral desde 2006.

“(O resultado foi) positivo, na medida em que a empresa conseguiu crescer de forma consistente e melhorar a rentabilidade ao mesmo tempo”, avaliou a analista Luciana Leocadio, da corretora Ativa.

“Nossa percepção é de que os esforços de contenção de gastos, associados à manutenção da qualidade da base de clientes, apesar da expansão da mesma, levaram ao incremento de margens observado”, complementou.

As ações da TAM também se sobressaíram, com valorização de 7,45 por cento, para 51,65 reais. Segundo o operador de uma corretora nacional que prefere não ser identificado, a alta está relacionada à notícia de que a BRA, com 4,6 por cento do mercado doméstico, suspendeu seus vôos à espera de aporte financeiro.

“A TAM se beneficia mais que a Gol”, disse o operador. Os papéis da Gol também tiveram desempenho acima do mercado, com alta de 2,69 por cento, a 47,30 reais.

Enquanto isso, as ações do Itaú, que anunciou aumento do lucro abaixo do esperado nesta terça-feira de manhã, subiram 0,54 por cento, para 46,60 reais.

“O resultado foi sólido, embora não tão bom quanto o do Bradesco”, afirmou o analista Carlos Macedo, da corretora Unibanco, em relatório.

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones registrou ganho de 0,87 por cento, sustentado por petrolíferas e ações do setor financeiro, que tinham sofrido muito nos últimos dias.

O índice de principais ADRs brasileiros, no entanto, registrou forte alta, de 3,68 por cento.

Por Juliana Siqueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below