7 de Março de 2008 / às 11:20 / 10 anos atrás

PANORAMA1-Dados do mercado de trabalho nos EUA devem dar o tom

SÃO PAULO, 7 de março (Reuters) - Depois das notícias ruins que derrubaram as bolsas norte-americanas, arrastando os mercados brasileiros, os investidores seguirão de olho em importantes dados econômicos dos Estados Unidos nesta sexta-feira.

Às 10h30 (horário de Brasília), o governo norte-americano divulga os número do mercado de trabalho em fevereiro e a expectativa de analistas ouvidos pela Reuters é de que tenham sido criados 25 mil postos de trabalho fora do setor agrícola.

Mas mesmo assim, se espera uma elevação da taxa de desemprego, de 4,9 por cento para 5 por cento.

Com todas as atenções voltadas aos sinais sobre uma possível recessão na maior economia do mundo, os dados do início da manhã devem dar o tom do dia.

POLÍTICA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o dia no Rio de Janeiro iniciando oficialmente as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em três favelas da cidade. As obras no complexo do Alemão, Manguinhos e Rocinha custarão 1,14 bilhão de reais, sendo 838,4 milhões do governo federal.

Consideradas as mais radicais intervenções em favelas do Rio, as obras do PAC incluem saneamento, moradias e equipamentos sociais. No Alemão, serão investidos 601 milhões de reais, que contemplam a construção de um teleférico de 2,9 quilômetros, que ligará a estação ferroviária mais próxima a cinco pontos diferentes do complexo. Manguinhos receberá investimentos de 358,7 milhões, e a Rocinha, 180,2 milhões.

EMPRESA

O Bradesco (BBDC4.SA), que anunciou quinta-feira a aquisição da Ágora Holdings, maior corretora do país, fala sobre a compra no final da tarde desta sexta-feira. Às 18h15, o presidente do banco, Márcio Cypriano, participa de teleconferência com jornalistas.

Veja como encerraram os principais ativos na quarta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,680 real, em baixa de 0,54 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 1,832 bilhão de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa caiu 2,56 por cento, a 62.974 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em queda de 3,89 por cento, aos 37.489 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 foi a 11,78 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 subiu a 12,60 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caiu para 133,625 por cento do valor de face no início da noite, oferecendo rendimento de 5,44 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subiu a 261 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 287 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI caiu 1,75 por cento, a 12.040 pontos. O Nasdaq .IXIC recuou 2,30 por cento, encerrando o pregão a 2.220 pontos, menor nível desde setembro de 2006. O índice S&P 500 .SPX cedeu 2,20 por cento, aos 1.304 pontos, no patamar mais baixo de fechamento em 18 meses.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subiu e o rendimento caiu para 3,60 por cento no início da noite.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Por Alexandre Caverni e Mair Pena Neto; Edição de Cláudia Pires)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below