BOLSA EUROPA-Ações têm queda percentual recorde

segunda-feira, 6 de outubro de 2008 13:59 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações)

LONDRES, 6 de outubro (Reuters) - As ações européias tiveram queda percentual recorde em um único dia nesta segunda-feira, afundando para o menor patamar de fechamento em quatro anos, à medida que os investidores liquidavam ações e Wall Street despencava.

O índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 desabou 7,75 por cento, para 1.004 pontos, superando a queda de 6,3 por cento de 11 de setembro de 2001, dia dos ataques que destruíram o World Trade Center em Nova York.

O índice chegou a cair brevemente abaixo da marca de 1.000 pela primeira vez desde o final de 2004, pouco depois de o índice Dow Jones .DJI ter recuado abaixo dos 10.000 pontos em Wall Street.

"É uma queda livre. A perspectiva ainda é de tendência de baixa e nós não estamos próximos do fundo. Não há razão para comprar nada no momento. O spread entre os preços de compra e venda ainda é enorme", disse Nicole Elliott, analista técnico da Mizuho Securities.

As ações de bancos e de commodities apresentaram as maiores perdas do índice, com os papéis do Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) despencando 20 por cento, os do Barclays (BARC.L: Cotações) desabando 13,8 por cento e os do UBS UBSN.VX mergulhando 12,4 por cento.

Os papéis do BP (BP.L: Cotações) e da Total e Royal Dutch Shell (RDSa.L: Cotações) recuaram entre 7,7 e 8,9 por cento.

"As pessoas decidiram que os mercados não são capazes de se recuperar e os políticos não têm controle sobre esse processo", disse John Haynes, estrategista da Rensburg Sheppard Investment Management.   Continuação...