CÂMBIO-Dólar acompanha oscilação de bolsas e fecha em leve alta

terça-feira, 6 de maio de 2008 16:21 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 6 de maio (Reuters) - O dólar fechou em leve alta nesta terça-feira, reagindo à oscilação das bolsas de valores e ao fluxo de recursos para o país em meio à cautela sobre os limites para a valorização do real.

A moeda norte-americana BRBY terminou o dia a 1,661 real, com variação positiva de 0,12 por cento.

No começo da sessão, a realização de lucros na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) contaminou o mercado de câmbio. A bolsa paulista aproveitava o mau humor nos mercados internacionais e embolsava parte dos ganhos recentes.

"Pela manhã o dólar abriu estressado, deu uma estilingada", disse Mario Battistel, gerente da Fair Corretora. Na máxima do dia, a moeda norte-americana chegou a valer 1,668 real.

Mais tarde, porém, as bolsas estrangeiras recuperaram terreno e permitiram que a moeda norte-americana cedesse para ficar perto da estabilidade. Os setores financeiro, de tecnologia e de energia eram os destaques em Wall Street.

Os agentes também monitoraram com cautela a discussão em Brasília sobre medidas que podem afetar o mercado de câmbio. As negativas do governo sobre medidas explícitas, porém, evitaram uma pressão mais forte sobre o dólar.

"Vão lançar um pacote (de estímulo à exportação). Antes desse pacote não vai sair nada no câmbio", explicou Battistel, repercutindo as declarações feitas na véspera pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

No início desta tarde, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, comentou ainda que o fundo soberano planejado pelo governo não tem o objetivo de enxugar a oferta de dólares no Brasil.   Continuação...