Apesar dos custos, Lula quer plataformas nacionais de petróleo

segunda-feira, 7 de abril de 2008 12:24 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostrou-se na segunda-feira favorável à produção nacional de plataformas petrolíferas, visando a criação de empregos no Brasil, mesmo que isso custe à Petrobras mais do que afretá-las no exterior.

"É verdade que se você contratasse uma plataforma fora, você poderia economizar, sei lá, 50 milhões de dólares, 100 milhões de dólares, pensando apenas na empresa. Agora, vamos pensar no Brasil", disse Lula no programa semanal "Café com o Presidente".

"Nós temos que pensar que a Petrobras, embora seja uma empresa com capital privado, é uma empresa em que o governo brasileiro tem a administração. E essa empresa tem que pensar não apenas no crescimento da sua rentabilidade, mas na riqueza que ela pode produzir para o Brasil", disse Lula.

O presidente também disse que os custos de frete do Brasil chegam a 8 bilhões de dólares por ano, afetando a balança comercial, e pediu o restabelecimento da indústria de construção de navios, que está em queda desde a década de 1970.

Ele afirmou que acredita que o país vai se tornar nos próximos anos uma importante referência mundial em termos de construção de navios e produção de plataformas de petróleo.

A Petrobras afirmou na semana passada que pretende reduzir o custo das plataformas que serão utilizadas na exploração das áreas pré-sal, na bacia de Santos, construindo cascos em série para as unidades no dique-seco que será inaugurado em fevereiro de 2009, no Rio Grande do Sul.

(Por Andrei Khalip)