Sem Alckmin e com FHC, PSDB anuncia apoio a Kassab em SP

terça-feira, 7 de outubro de 2008 14:45 BRT
 

Por Carmen Munari

SÃO PAULO, 7 de outubro (Reuters) - O PSDB anunciou nesta terça-feira apoio formal à candidatura do prefeito Gilberto Kassab (DEM) no segundo turno da eleição de São Paulo, que ele disputará contra a candidata do PT, Marta Suplicy. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estava presente, mas o candidato derrotado da legenda, Geraldo Alckmin, não participou.

"O partido foi capaz de entender as circunstâncias e Geraldo (Alckmin) se comportou com correção e agora com desprendimento", disse Fernando Henrique a jornalistas.

O ex-presidente lembrou que Kassab foi vice do atual governador paulista, o tucano José Serra, e se comportou corretamente depois que assumiu a prefeitura. "A cidade reconheceu o bom gestor", disse FHC ao comentar o resultado do primeiro turno que deixou Kassab na liderança contra a ex-prefeita Marta.

Quanto às divergências enfrentadas pelo partido na eleição paulistana, em que uma ala do PSDB apoiou Kassab desde o início e outra aderiu a Alckmin, Fernando Henrique disse que a legenda "sabe se refazer a todo o instante".

Assim como Alckmin não participou do anúncio oficial do apoio do PSDB a Kassab, Serra também esteve ausente, apesar de ser o grande patrocinador da candidatura do atual prefeito.

O presidente nacional da legenda, senador Sérgio Guerra, disse que todo o partido acompanhou "com enorme preocupação" o desenrolar da campanha em São Paulo.

"Com a vitória do prefeito Kassab poderemos dizer com clareza que ganhamos no Brasil", disse Guerra em referência à importância da cidade para o partido. O PT foi o partido que mais fez prefeituras nas eleições de domingo.

Outro alvo do DEM na busca por apoio no segundo turno da eleição paulistana é o PPS, que concorreu com a vereadora Soninha Francine.   Continuação...