Político socialista espanhol é morto a tiros no País Basco

sexta-feira, 7 de março de 2008 11:06 BRT
 

MADRID (Reuters) - O ex-conselheiro do Partido Socialista Isaías Carrasco foi morto a tiros nesta sexta-feira, na localidade basca de Mondragón, informou um porta-voz da polícia.

O político, de 42 anos, foi alvo de tiros quando saía de sua casa. O ex-conselheiro do partido do premiê José Luis Zapatero teria recebido cinco tiros, segundo meios locais.

Os disparos teriam sido dados na nuca, em um estilo típico do grupo separatista basco ETA, informou o jornal espanhol El País em seu site.

O atentado ocorreu a dois dias das eleições no país. O Partido Socialista e o Popular, o principal partido da oposição, decidiram suspender as campanhas eleitorais devido a morte de Carrasco.

Zapatero, cujas tentativas de acordo de paz com o ETA fracassaram, lidera as pesquisas de opinião para a eleição de domingo, à frente de Mariano Rajoy, do Partido Popular.

(Por Arantza Goyoaga e Teresa Larraz)