Bilionário aumenta participação no Bear Stearns para 8,01%

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007 16:05 BRST
 

NOVA YORK, 7 de dezembro (Reuters) - Joseph Lewis, um bilionário que comprou uma participação de 7 por cento do criticado banco de investimento Bear Stearns BSC.N há três meses, ampliou sua fatia na instituição financeira para 8,01 por cento, de acordo com documentos revelados nesta sexta-feira.

Lewis, um investidor britânico recluso, causou estardalhaço em setembro quando adquiriu 860,4 milhões de dólares em ações do banco para se tornar um dos maiores acionistas da instituição em menos de um mês.

Segundo os documentos mais recentes, Lewis era dono de 9,25 milhões de ações do Bear Stearns até quarta-feira.

Lewis e vários veículos de investimento que ele controla pagaram um total de 1 bilhão de dólares pelas ações, segundo os documentos. Ele pagou mais de 118 dólares por ação comprada nos últimos 60 dias.

Mas agora, baseado no preço de fechamento das ações do Bear Stearns na quinta-feira, de 98,21 dólares, os papéis comprados pelo bilionário valem 908,74 milhões de dólares.

As ações da instituição financeira perderam 41 por cento de seu valor em 12 meses, depois que a crise no mercado imobiliário norte-americano prejudicou os negócios do banco, causando baixas contábeis em investimentos relacionados a ativos vinculados a hipotecas.

O Bear Stearns também teve sua reputação de eficiente investidor em bônus prejudicada em julho, quando dois hedge funds que administrava entraram em colapso.

A participação comprada por Lewis na instituição supera a fatia detida pelo presidente-executivo do banco, James Cayne, que é dono de 5,8 por cento das ações do Bear Stearns.

(Por Joseph A. Giannone, Ed Tobin e Dane Hamilton)