Ações da Ásia têm pior patamar em 2 semanas por temor com EUA

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008 07:45 BRST
 

Por Rafael Nam e Nina Mehra

HONG KONG (Reuters) - As bolsas asiáticas tiveram o pior nível em duas semanas nesta segunda-feira, prolongando um mau começo em 2008, depois que dados ruins sobre emprego nos Estados Unidos reforçaram os temores de uma recessão no maior destino de exportações da região.

"Os dados ruins referentes a empregos nos EUA reforçam a preocupação de que a crise de hipotecas de risco (subprime) está direcionando a economia do país para uma recessão", afirmou Kim Young-gak, analista na Hyundai Securities.

"Agora parece que o Federal Reserve irá quase certamente cortar a taxa de juros em pelo menos 0,25 ponto percentual neste mês".

O MSCI, índice de ações da Ásia Pacífico exceto Japão, perdia 2,3 por cento. Mais cedo, o MSCI havia atingido seu pior nível desde 21 de dezembro, e acumula baixa de 3,3 por cento em 2008.

A bolsa de Tóquio recuou para seu patamar mais baixo em 17 meses, caindo 1,3 por cento, depois de despencar 4 por cento na sexta-feira.

A bolsa de Taiwan cedeu 4,1 por cento, enquanto mercados como o da Austrália, Hong Kong e Cingapura caíram mais de 2 por cento cada.

As ações de fabricantes de processadores estavam entre as mais desvalorizadas, intensificando suas perdas recentes seguindo o rebaixamento de companhias do setor por duas corretoras norte-americanas na semana passada.

Na contramão, empresas relacionadas à infra-estrutura na China subiam seguindo as notícias de novos contratos vencidos no setor.

"O mercado ainda está ajustando sua visão de como uma desaceleração nos EUA irá afetar a Ásia", afirmou Gerrard Katz, chefe de câmbio na Standard Chartered, em Hong Kong.

 
<p>As bolsas asi&aacute;ticas tiveram o pior n&iacute;vel em duas semanas nesta segunda-feira, prolongando um mau come&ccedil;o em 2008, depois que dados ruins sobre emprego nos Estados Unidos refor&ccedil;aram os temores de uma recess&atilde;o no maior destino de exporta&ccedil;&otilde;es da regi&atilde;o. Photo by Stringer</p>