BOLSA EUROPA-Ações de tecnologia derrubam mercados

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008 09:28 BRST
 

Por Amanda Cooper

LONDRES, 7 de fevereiro (Reuters) - Os papéis de empresas de tecnologia pesavam nas bolsas européias na manhã desta quinta-feira, depois de a Infineon (IFXGn.DE: Cotações) alertar sobre prejuízos em sua divisão de chips de telefone e após perspectivas ruins da Cisco (CSCO.O: Cotações) intensificarem a visão de uma recessão nos Estados Unidos.

Às 9h23 (horário de Brasília), o índice europeu FTSEurofirst 300 .FTEU3 perdia 1,06 por cento, para 1.307 pontos.

A maior parte das ações de bancos se desvalorizava antes das duas decisões sobre corte de juros na região, uma pelo Banco Central Europeu e outra pelo Banco da Inglaterra, apesar de o Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações) ter iniciado uma trajetória de alta depois de não reportar perdas por hipotecas de risco (subprime) em seus resultados.

As ações da Infineon caíam 17 por cento, seguindo o alerta da Cisco sobre rápido desaquecimento nos pedidos europeus e norte-americanos feito no fim de quarta-feira.

"A Cisco fez comentários negaticos em sua previsão, então há um mau humor sobre o setor tecnológico na Europa. Por outro lado, há a boa notícia de que o Deutsche Bank parece bem, sem perdas relacionadas ao subprime", afirmou Achim Matzke, analista do Commerzbank em Frankfurt.

As ações do Deutsche Bank, maior banco alemão, subiam 1,5 por cento, um dos maiores ganhos do setor financeiro.

Já o HSBC (HSBA.L: Cotações) perdia 0,4 por cento; o BNP Paribas (BNPP.PA: Cotações) cedia 1,2 por cento e o Deutsche Postbank DPBGn.DE caía 2,7 por cento.

A expectativa do dia é que o Banco da Inglaterra reduza o juro britânico para 5,25 por cento, enquanto o Banco Central Europeu deva deixar a taxa na zona do euro em 4 por cento.

A BHP Billiton (BLT.L: Cotações) recuava 1,9 por cento após ter sua oferta de compra de 147 bilhões de dólares rejeitada pela rival Rio Tinto (RIO.L: Cotações), que por sua vez caía 1,7 por cento.