Pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA recuam

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008 11:42 BRST
 

WASHINGTON, 7 de fevereiro (Reuters) - Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caíram na semana passada, mas o número de pessoas que continuam com o benefício aumentou para o maior nível em mais de dois anos, mostraram dados do governo nesta quinta-feira.

O Departamento de Trabalho divulgou que o número de pedidos iniciais caiu para 356 mil na semana encerrada em 2 de fevereiro, ante o dado revisado para cima de 378 mil na semana anterior.

Economistas ouvidos pela Reuters previam uma queda maior, para 340 mil pedidos.

Mas, em um sinal de que os trabalhadores continuam com dificuldade para encontrar colocação, o número de pessoas que continuaram com o benefício atingiu o maior nível desde outubro de 2005, período após o furacão Katrina.

(Por Nancy Waitz)