BOLSA EUA-Wall St despenca pelo 5o dia com temores sobre crise

terça-feira, 7 de outubro de 2008 18:14 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações e comentários de analista)

Por Kristina Cooke

NOVA YORK, 7 de outubro (Reuters) - As bolsas norte-americanas despencaram pela quinta sessão consecutiva, com o Dow registrando a maior queda em pontos da história para o período, com temores crescentes de que a crise de crédito possa levar a economia para uma profunda recessão.

O índice Dow Jones .DJI desabou 5,11 por cento, a 9.447 pontos. O Standard & Poor's 500 .SPX despencou 5,74 por cento, a 996 pontos. O Nasdaq .IXIC derreteu 5,80 por cento, a 1.754 pontos.

O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, não conseguiu tranquilizar os mercados quando alertou que os riscos para o crescimento econômicos aumentaram, apesar de ter dados sinais de que poderá cortar o juro. Uma ação do Fed para destravar o mercado de commercial paper, que as empresas usam para financiar as suas operações do dia-a-dia, deram às ações apenas um breve impulso.

O setor financeiro foi o maior peso sobre o mercado, com o índice financeiro do S&P 500 .GSPF caindo ao seu pior nível em mais de uma década.

O Bank of America (BAC.N: Cotações) derreteu 26,2 por cento um dia após afirmar que irá cortar seus dividendos e levantar 10 bilhões de dólares para ajudar a combater as crescentes perdas de empréstimos.

"O mercado parece não conseguir achar um piso, não importando o que o governo e o Fed estão dizendo a eles. Nós estamos em território desconhecido e nós não sabemos como isto irá acabar", afirmou Linda Duessel, estrategista de mercado da Federated Investors.

"Agora as pessoas estão falando de uma longa e profunda recessão --há apenas um mês, muitos diziam que uma recessão poderia ser evitada."