Equador faz acordo com petrolíferas chinesas e avança com outras

sexta-feira, 7 de março de 2008 22:34 BRT
 

QUITO (Reuters) - O Equador fechou acordos com as petrolíferas chinesas Andes Petroleum e PetroOriental durante a renegociação dos contratos vigentes com empresas do exterior, cujo objetivo é aumentar a participação estatal no estratégico setor, disse nesta sexta-feira uma autoridade.

Acertos com a brasileira Petrobras, a espanhola Repsol-YPF e a francesa Perenco podem ser anunciados nas próximas horas, disse à Reuters o coordenador da equipe negociadora do Equador, José Sánchez.

No caso da Andes Petroleum, o Equador acertou respeitar os términos do contrato vigente, que inclui participação estatal de 28 por cento na produção do bloco amazônico Tarapoa. A empresa extrai dessa concessão cerca de 44 mil barris por dia.

Sánchez informou que no caso dos campos menores 14 e 17, sob administração da PetroOriental, a fatia do país dobrará para 25 e 28 por cento, respectivamente. Os dois campos produzem entre 10 mil e 12 mil bpd, conjuntamente.

O Equador espera concluir um acordo com as empresas até sábado. As companhias estrangeiras produzem cerca de 250 mil barris por dia no país.

(Por Carlos Andrade García)