CÂMBIO-Atento ao exterior, dólar opera praticamente estável

segunda-feira, 7 de julho de 2008 10:39 BRT
 

SÃO PAULO, 7 de julho (Reuters) - O dólar operava perto da estabilidade nesta segunda-feira, acompanhando a movimentação dos mercados internacionais e da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) após o feriado de sexta-feira nos Estados Unidos.

Às 10h39, a moeda norte-americana BRBY era cotada a 1,607 real, em leve queda de 0,06 por cento.

As bolsas européias e os índices futuros de Nova York operavam em alta em meio à queda dos preços do petróleo. A Bovespa também subia, recuperando os 60 mil pontos com destaque para o bom desempenho das ações da Embraer (EMBR3.SA: Cotações).

Mas o fortalecimento do dólar no cenário internacional exercia influência oposta. Com o mercado atento à reunião dos países mais industrializados do mundo, a moeda subia 0,58 por cento diante de uma cesta com outras divisas .DXY.

"O dólar não deve encontrar espaço para oscilar muito abaixo do patamar de 1,60 real, principalmente se a moeda americana se mantiver menos enfraquecida em relação às demais moedas", disse Miriam Tavares, diretora da AGK Corretora, em relatório a clientes.

Os líderes do G8 --grupo dos sete países mais industrializados do mundo mais a Rússia-- se reúnem em meio ao agravamento da turbulência no mercado internacional. George W. Bush, presidente dos Estados Unidos, repetiu no encontro realizado no Japão que defende o dólar valorizado.

Mas Miriam não vê uma tendência de alta para o dólar no Brasil. "Também não esperamos cotações muito acima deste patamar (1,60 real), a não ser que o cenário externo se deteriore de forma ainda mais acentuada, uma vez que o diferencial de juros a favor do Brasil deve permanecer alto".

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Renato Andrade)