CÂMBIO-Dólar monitora atuação do governo e opera em alta

quarta-feira, 7 de maio de 2008 11:24 BRT
 

SÃO PAULO, 7 de maio (Reuters) - O dólar operava em alta nesta quarta-feira com a expectativa dos agentes diante de medidas do governo que possam interferir no mercado de câmbio.

Às 11h24, a moeda norte-americana era cotada a 1,668 real, em alta de 0,42 por cento.

Desde a promoção do Brasil para grau de investimento, há uma semana, os agentes comentam que o governo poderia tomar medidas para se contrapor à queda do dólar provocada pelo ingresso mais acentuado de recursos.

"O mercado está aguardando as medidas que o governo pode adotar com relação ao câmbio", disse Gerson de Nobrega, gerente da tesouraria do Banco Alfa de Investimento.

A equipe econômica tem negado que vá adotar algum tipo de controle de capitais ou aumentar a tributação nas operações de estrangeiros sobre títulos públicos. A criação de um fundo para investimentos brasileiros no exterior, no entanto, pode enxugar parte dos dólares excedentes no mercado de câmbio.

"Enquanto não tiver definição, o mercado vai aguardar".

Em meio à cautela, os agentes repercutem o comportamento dos mercados internacionais. "Hoje o mercado está bem lateral (com poucas oscilações), mas o dólar está valorizando frente às moedas, e aqui não vai ser diferente", acrescentou.

Em Nova York, as bolsas de valores operavam perto da estabilidade. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tinha leve queda, e o risco Brasil recuava 2 pontos-básicos.

Às 12h30, o Banco Central divulga o resultado do fluxo cambial de abril. Até o dia 24, o país acumulava saldo positivo de 4,934 bilhões de dólares no mês.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Cláudia Pires)