BOLSA EUROPA-Bancos pressionam índices em sessão volátil

terça-feira, 7 de outubro de 2008 08:06 BRT
 

Por Peter Starck

FRANKFURT, 7 de outubro (Reuters) - O principal índice de bolsa de valores da Europa opera em alta nesta terça-feira, revertendo perdas iniciais que deixaram o indicador próximo ao menor patamar em quatro anos.

Em uma sessão volátil, os negócios são pressionados por queda de ações de bancos. O Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) despencava 18,43 por cento enquanto o Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações) perdia 7 por cento, diante das conversas sobre a necessidade de um grande pacote de recursos para as instituições financeiras, por conta do aprofundamento da crise global de crédito.

Às 8h04 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que reúne as principais ações européias, registrava alta de 0,77 por cento, para 1.012 pontos, depois de registrar um rali de até 2,6 por cento e também de operar em terreno negativo mais cedo. Na segunda-feira, o índice teve queda recorde de 7,8 por cento.

"Você não consegue prever nada, tudo é muito incerto, os mercados de crédito ainda estão muito sobrecarregados", disse Anthony Christofidis, analista ATE Securities, em Atenas.

O indicador que reúne papéis de bancos caía 1,42 por cento. O Barclays (BARC.L: Cotações) perdia 3,74 por cento, depois que uma fonte próxima de negociações afirmou que o governo britânico se reuniu com os principais bancos na noite de segunda-feira sobre a possibilidade de injeção de dinheiro público.

O governo britânico disse que fará o que for necessário para dar apoio ao sistema bancário e que não especulará sobre possíveis opções.

O setor de petróleo e gás avançava, puxado pela alta de de quase 4 por cento nos preços do petróleo CLc1.

A francesa Total (TOTF.PA: Cotações) subia 4,5 por cento, Royal Dutch Shell (RDSa.L: Cotações) avançava 3,46 por cento e a BP (BP.L: Cotações) se valorizava em 3,14 por cento.   Continuação...