BOLSA EUROPA-Mercados sobem por otimisto renovado e aquisições

segunda-feira, 7 de abril de 2008 09:28 BRT
 

Por Amanda Cooper

LONDRES, 7 de abril (Reuters) - Os principais mercados europeus operavam em alta na manhã desta segunda-feira, impulsionados por rumores de aquisição e rali nas ações de mineradoras e bancos, após comentários positivos de uma corretora.

Às 9h25 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que engloba as principais empresas do continente, tinha alta de 1,1 por cento, aos 1.332 pontos. Na semana passada, o índice registrou alta de mais de 4 por cento, apesar dos dados de sexta-feira mostrando a maior queda no número de emprego nos Estados Unidos nos últimos cinco anos.

O bancos figuravam entre os melhores desempenhos, conforme os investidores ficam cada vez mais otimistas acerca das instituições financeiras se desvencilhando de ativos ligados ao mercado de hipotecas norte-americano.

O banco UBS UBSN.VX disparava oito por cento depois que o Merrill Lynch recomendação sobre as ações da instituição.

As ações pelo mundo se beneficiaram de uma retomada do apetite por risco, incentivado em parte por especulação de que os líderes financeiros do G7 vão considerar medidas drásticas para ajudar os bancos e a estabilidade dos mercados.

"No geral, o pensamento é que agora o pior já passou e que a partir daqui haverá melhora. O primeiro semestre foi ruim e é no segundo semestre que você começa a se recuperar, é nisso em que os mercados estão concentrados no momento", disse o estrategista Philip Isherwood, do Dresdner Kleinwort.

A Nestlé NESN.VX subia 2,5 por cento depois de fechar acordo para venda de 77 por cento de sua unidade de saúde ocular Alcon ACL.N para a Novartis NOVN.VX, por 39 bilhões de dólares. Enquanto isso, a Novartis perdia 1,5 por cento.

O empresa de cosméticos L'Oreal (OREP.PA: Cotações) se beneficiava com o acordo, avançando 2,6 por cento por especulações de que a Nestlé usará o capital da venda para aumentar sua participação no grupo, afirmaram operadores. Mais cedo, a Nestlé informou que não tomará uma decisão sobre a L'Oreal antes do próximo ano.   Continuação...