BOLSA EUROPA-Bancos puxam alta antes de emprego nos EUA

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007 09:05 BRST
 

Por Eva Kuehnen

FRANKFURT, 7 de dezembro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam em alta pela terceiro dia consecutivo nesta sexta-feira, lideradas por ações do setor financeiro, impulsionadas pelo plano dos Estados Unidos para apoiar o mercado imobiliário do país. Investidores também aguardam divulgação de dados norte-americanos de emprego.

Às 8h54 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 exibia valorização de 0,72 por cento, a 1.539 pontos. O indicador acumula alta de 0,5 por cento na primeira semana de dezembro, depois de ter registrado em novembro a pior performance mensal desde maio do ano passado.

"As principais incentivadoras são as ações do setor financeiro", disse Matthias Joerss, estrategista no Sal. Oppenheim. "Investidores se posicionaram para um desdobramento continuamente negativo do setor e agora estão revendo suas posições."

Entre os principais destaques da sessão estão as ações do HSBC (HSBA.L: Cotações), alta de 1,42 por cento, Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações), valorização de 2 por cento, UBS UBSN.VX avançando 1,9 por cento e Barclays (BARC.L: Cotações), com valorização de 1,5 por cento.

Os mercados devem ficar ao redor do atual nível até a divulgação do relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos, previsto para as 11h30 (horário de Brasília), disse Joerss.

Os investidores vão buscar sinais que poderão dar uma indicação sobre se o Federal Reserve vai cortar o juro dos EUA em 0,25 ou 0,5 ponto percentual na reunião da próxima semana.

"Se os dados (de emprego) forem muito piores que o esperado, vai aumentar a pressão para que o Fed atue. Se os dados forem melhores que as expectativas, isso vai reduzir as preocupações sobre recessão e minimizar as especulações sobre corte de 0,5 ponto no juro", disse o analista.

  Continuação...