Vendas no varejo na zona do euro voltam a cair em março

quarta-feira, 7 de maio de 2008 08:25 BRT
 

Por Jan Strupczewski

BRUXELAS (Reuters) - As vendas do varejo na zona do euro ficaram bem abaixo do esperado em março, caindo tanto em termos mensais quanto anuais e renovando as preocupações sobre o desaquecimento econômico.

As vendas do varejo, uma indicação da demanda do consumo nos 15 países que adotam o euro, caíram 0,4 por cento na comparação mensal e 1,6 por cento na comparação anual, afirmou o instituto de estatísticas da União Européia.

Economistas consultados pela Reuters esperavam uma aumento de 0,2 no mês e 0,6 por cento de queda no acumulado anual.

"As atuais vendas baixas no varejo em março somam-se aos temores sobre a perspectiva de crescimento na zona do euro", afirmou Howard Archer, economista na Global Insight.

"A segunda queda consecutiva mensal nas vendas do varejo em março mantém o ceticismo de que o consumidor irá ajudar significativamente a economia na zona do euro nos próximos meses", apontou.

Archer afirmou que, apesar das melhoras no mercado de trabalho e maiores ajustes de salários em alguns países, mais notadamente na Alemanha, os consumidores da zona do euro estão claramente relutantes ou incapazes de aumentar os gastos diante da elevada inflação e condições mais apertadas de crédito.

Na semana passada, a Comissão Européia mostrou que a confiança do consumidor atingiu seu nível mais baixo desde novembro de 2005 nos primeiros quatro meses de 2008, e que os consumidores tinham menos apetite para grandes compras.

As vendas caíram em todos os países na zona do euro na comparação mensal. Em termos anuais, somente a Áustria e a Finlândia tiveram crescimento, segundo os dados apresentados.   Continuação...