Lucro da CSN cresce 0,6% trimestre para R$767 mi

quarta-feira, 7 de maio de 2008 09:17 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional anunciou na madrugada desta quarta-feira que o lucro líquido no primeiro trimestre cresceu 0,6 por cento em relação ao mesmo período de 2007, em meio a um ambiente de elevação de preços do aço e demanda em alta.

A empresa registrou lucro líquido de 767 milhões de reais nos três primeiros meses do ano contra 763 milhões de reais obtido no mesmo período de 2007. O resultado do ano passado havia sido impulsionado por ganhos de cerca de 250 milhões de reais relacionados à proposta de aquisição da siderúrgica anglo-holandesa Corus.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) do trimestre passado somou 1,283 bilhão de reais. No mesmo período de 2007, o Ebitda foi de 1,015 bilhão de reais.

A margem Ebitda da CSN entre janeiro a março ficou em 42,3 por cento contra 40,9 por cento um ano antes.

A CSN apurou receita líquida recorde de 3,03 bilhões de reais, avanço de 22 por cento sobre os três primeiros meses do ano passado. Em volume, a companhia teve vendas de 1,393 milhão de toneladas de aço, crescimento de 16,6 por cento na mesma comparação.

As vendas para o mercado doméstico vêm crescendo significativamente desde o início de 2007, de 60 por cento do volume total no primeiro trimestre do ano passado, para 80 por cento no primeiro trimestre de 2008.

A CSN reajustou preços no mercado doméstico em março entre 3,5 por cento (laminados zincados) e 15 por cento (laminados a quente) enquanto o mercado internacional, apesar da valorização do real frente ao dólar, os preços médios subiram 14 por cento.

A companhia produziu 1,242 milhão de toneladas de aço bruto no primeiro trimestre, o que representou uma redução de 6 por cento sobre o total produzido um ano antes.

Em mineração, a mina Casa de Pedra produziu 4,1 milhões de toneladas no primeiro trimestre e a unidade Nacional Minérios (Namisa) produziu no total 1,2 milhão de toneladas no período.

A dívida líquida caiu de 6 bilhões de reais há um ano para 4,78 bilhões de reais no trimestre passado.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr.)