BOVESPA-Piora em Wall Street intensifica realização de lucros

quarta-feira, 7 de maio de 2008 15:59 BRT
 

SÃO PAULO, 7 de maio (Reuters) - Pressionado pela realizaçaão de lucros com ações de empresas que divulgaram resultados, a Bolsa de Valores de São Paulo operava em queda nesta quarta-feira, na esteira da piora nos mercados norte-americanos.

Às 15h56, o Ibovespa .BVSP, principal indicador da bolsa paulista, registrava desvalorização de 1,86 por cento, aos 68.892 pontos. O giro financeiro somava 5,5 bilhões de reais.

"Depois de uma sequência de altas por causa do investment grade do Brasil, alguns investidores estão partindo para a realização (de lucros)", disse Júnior Hydalgo, operador da corretora Cruzeiro do Sul. Nas últimas quatro sessões, o Ibovespa acumulou alta de 10,9 por cento.

Em Nova York, o índice Dow Jones .DJI perdia 1,2 por cento, à medida que as cotações do petróleo atingiam novos preços recordes. A cotação do barril do óleo fechou com alta de 1,4 por cento, a 123,55 dólares e investidores já temiam que a manutenção desse ciclo leve o Federal Reserve a subir os juros norte-americanos para conter uma eventual pressão inflacionária.

Na bolsa paulista, a coluna de perdas era puxada por ações de empresas dos setores elétrico e de varejo, que estão entre as que mais subiram recentemente. Os papéis ordinários da Light LIGT3.SA despencavam 5,8 por cento, a 25,23 reais. As ações ordinárias da Lojas Renner LREN3.SA tinham baixa de 5,1 por cento, a 37,88 reais.

Na mão contrária, os papéis ordinários da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3.SA: Cotações) sustentavam alta de 2,6 por cento, a 76,12 reais.

A fabricante reportou lucro de 767 milhões de reais no primeiro trimestre de 2008, praticamente o mesmo que o obtido no mesmo período do ano passado, em linha com a expectativa de analistas.

Mas a indicação da companhia de que há espaço para reajustes adicionais no preço do aço em 2008, além da majoração já anunciada em março, agradou os analistas. Em relatórios, a corretora Prosper reiterou recomendação de compra para as ações da companhia, enquanto a Brascan resolveu revisar sua análise para incorporar nova curva de preços de aço.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Alexandre Caverni)