JURO-Volume diminui e projeções fecham em baixa na BM&F

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007 16:26 BRST
 

SÃO PAULO, 7 de dezembro (Reuters) - Com volume minguado de negócios, as projeções de juros negociadas na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) encerraram a sexta-feira em baixa.

A agenda esvaziada de indicadores contribuiu para a queda no volume de contratos de depósito interfinanceiro (DI) movimentados, além de o Banco Central já ter cravado a Selic de fechamento do ano, em 11,25 por cento.

Nos Estados Unidos, o relatório de mais peso no dia mostrou criação de postos de trabalho um pouco acima do esperado em novembro.

O DI janeiro de 2010 caiu de 12,39 para 12,34 por cento ao ano. O DI janeiro de 2009 recuou de 11,70 para 11,66 por cento.

O Banco Central promoveu operações de venda de títulos de sua carteira, assumindo o compromisso de recompra ao final de 5 e 7 meses.

A operação compromissada de prazo mais curto, com vencimento em 5 de maio, envolveu 1,007 bilhão de reais, a 11,34 por cento ao ano. A mais longa, que vence em 7 de julho de 2008, contou com 4 bilhões de reais, a 11,40 por cento ao ano.

Além disso, o BC recolheu 20,741 bilhões de reais das instituições, com retorno na segunda-feira pela taxa equivalente a 11,20 por cento ao ano.

(Por Daniela Machado; Edição de Cesar Bianconi)