Dólar fecha em alta em dia volátil por tensão no exterior

sexta-feira, 7 de março de 2008 16:23 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta nesta sexta-feira, reagindo à turbulência global após a divulgação de um indicador pior do que o esperado nos Estados Unidos. Os juros relativamente altos do país, no entanto, limitaram o avanço da moeda norte-americana.

O dólar subiu 0,24 por cento, para 1,684 real.

A volatilidade foi provocada pela repercussão do relatório de emprego nos Estados Unidos. A maior economia do mundo fechou 63 mil postos de trabalho em fevereiro, pior resultado em cinco anos, e fez muitos economistas tratarem a recessão como um fato consumado.

No momento mais tenso do dia, logo após a divulgação dos números, o dólar chegou a bater em 1,700 real. Mais tarde, porém, a alta perdeu força com a realização de lucros por parte de alguns investidores e com a continuidade das operações de arbitragem, que têm sido alimentadas pela diferença entre os juros praticados no Brasil e no exterior.

"Apesar das bolsas estarem ruins, a gente ainda tem os maiores juros do mundo", disse Tarcísio Rodrigues, diretor de câmbio do Banco Paulista. "O pessoal está... saindo da bolsa (nesta sessão), mas não está voltando para o exterior."

O Banco Central voltou a comprar dólares no mercado à vista na primeira metade da sessão. A autoridade monetária definiu taxa de corte a 1,6835 real e aceitou, segundo operadores, ao menos uma das propostas divulgadas.