USIMINAS obtém R$493 mi com BNDES para a construção de laminador

quarta-feira, 8 de outubro de 2008 15:51 BRT
 

SÃO PAULO, 8 de outubro (Reuters) - A Usiminas (USIM5.SA: Cotações) conseguiu financiamento de 493 milhões de reais junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção de novo laminador de tiras a quente em usina da subsidiária Cosipa, em Cubatão (SP).

Os recursos se somam a financiamento de 550 milhões de dólares obtidos em setembro pelo grupo siderúrgico junto ao Japan Bank for International Cooperation (JBIC) para a construção do mesmo equipamento.

O financiamento junto ao BNDES tem prazo de sete anos e o crédito do JBIC de dez anos.

Alimentado por placas de aço, o laminador produzirá bobinas destinadas principalmente à indústria automotiva, com foco no mercado interno, informou a Usiminas em comunicado ao mercado.

O equipamento terá capacidade de produção de 2,3 milhões de toneladas de bobinas por ano na primeira fase, mas pode alcançar 4,7 milhões de toneladas.

O laminador integra um plano de 14,1 bilhões de dólares de investimentos da Usiminas até 2012. Do total de recursos, 2,4 bilhões de dólares serão empregados na usina da Cosipa em Cubatão, com o objetivo de aumentar a produção de aços de maior valor agregado e realizar projetos de atualização tecnológica.

O anúncio do financiamento foi feito no mesmo dia em que a Cosipa fechou a compra, por 92,4 milhões de reais, da fatia de 49 por cento detida pela alemã Thyssen na distribuidora paulista de aços Dufer. A operação deu controle completo da empresa para o grupo Usiminas.

Por volta das 15h50, horário de Brasília, as ações da Usiminas operavam em queda de 3,5 por cento, cotadas a 27,86 reais e bem abaixo do pico no ano de 93,90 reais. No mesmo horário, o Ibovespa exibia baixa de 0,15 por cento.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de Marcelo Teixeira)