BOVESPA-Commodities levam índice à quinta queda em 6 sessões

terça-feira, 8 de julho de 2008 11:34 BRT
 

SÃO PAULO, 8 de julho (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo operava no vermelho nesta terça-feira puxada pelas ações de commodities, enquanto os investidores monitoravam o comportamento instável de Wall Street e das bolsas européias.

Depois de alternar alta e baixa desde o início do pregão, o Ibovespa .BVSP exibia queda de 0,86 por cento, aos 58.579 pontos, às 11h32. O giro financeiro era de 1,3 bilhão de reais.

A coluna de perdas tinha o carro-chefe do índice, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4.SA: Cotações), na liderança, com baixa de 3,15 por cento, a 40,61 reais.

Segundo profissionais do mercado, as ações da companhia refletiam a tendência dos negócios com petróleo. O barril da commodity CLc1 apresentava a segunda sessão de forte queda, para a faixa dos 136 dólares, em meio a temores de que a escalada recente do produto provoque desaceleração da economia.

Os investidores de Wall Street também conferiam números da economia dos Estados Unidos, que apontavam em direções opostas.

Os estoques no atacado do país aumentaram 0,8 por cento em maio, um pouco acima do esperado por analistas. Mas as vendas pendentes de moradias caíram quase o dobro do estimado no mesmo mês. O índice Dow Jones .DJI subia 0,16 por cento.

"Num mercado já cheio de incertezas, o noticiário do dia não está ajudando muito a melhorar as coisas", disse Edison Roberto Marcellino, diretor da corretora Finabank.

O setor siderúrgico, outro de grande peso no índice e que havia registrado recuperação na segunda-feira, voltavam a cair forte. As ações ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3.SA: Cotações) perdiam 2,84 por cento, valendo 60,17 reais.

E as preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) reforçavam o movimento, recuando 2,31 por cento, cotadas a 42,31 reais.   Continuação...