CÂMBIO-Preocupação com economia global põe dólar acima de R$1,60

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 10:27 BRT
 

SÃO PAULO, 8 de agosto (Reuters) - O dólar voltava a ser cotado acima de 1,60 real nesta sexta-feira, experimentando o quinto dia seguido de alta no Brasil em meio à recuperação global da moeda norte-americana.

Às 10h25, a divisa BRBY estava em 1,620 real, em alta de 1,69 por cento. Na máxima do dia, o dólar chegou a subir 1,82 por cento --maior valorização diária desde março.

O aumento da preocupação com o crescimento global era a principal razão por trás do avanço do dólar em todo o mundo. Na quinta-feira, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse que aumentaram os riscos à atividade econômica da zona do euro.

"O euro e as commodities estão bem para baixo e isso está dando força ao dólar", disse Francisco Carvalho, gerente de câmbio da corretora Liquidez.

A moeda norte-americana atingia a máxima em vários meses ante moedas como euro EUR=, libra esterlina GBP= e iene JPY=. Outras moedas emergentes, como o peso mexicano, o peso chileno e o peso colombiano, também sentiam a alta do dólar.

A virada no mercado internacional se refletia ainda no comportamento dos investidores estrangeiros no Brasil. Na quinta-feira, eles praticamente zeraram toda a aposta na queda do dólar que mantinham na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

No final de julho, os estrangeiros mantinham 7,6 bilhões de dólares em posições vendidas em derivativos cambiais --dólar futuro e cupom cambial. No final da quinta-feira, essa posição estava em apenas 385 milhões de dólares.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Daniela Machado)