Daniel Dantas, Pitta e Naji Nahas são presos pela PF

terça-feira, 8 de julho de 2008 20:29 BRT
 

Por Eduardo Simões e Maurício Savarese

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - Uma operação da Polícia Federal para desmontar esquema de desvio de verba pública e corrupção levou às prisões do banqueiro Daniel Dantas e do investidor Naji Nahas nesta terça-feira. Ambos são acusados de chefiar organizações criminosas distintas: uma evadia divisas com um fundo de cerca de 2 bilhões de dólares em um paraíso fiscal e a outra fazia lavagem de dinheiro.

A operação Satiagraha, nome que significa "resistência pacífica e silenciosa", também pediu a prisão do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, acusado de ser dono de uma conta bancária no exterior e de ser cliente de operações de câmbio irregulares feitas por Nahas.

No total, a PF tem mandados de prisão para 24 pessoas e 56 de busca e apreensão. Dantas, dono do Banco Opportunity, Nahas e Pitta já estão sob a prisão temporária decretada pela Justiça Federal em São Paulo.

Dantas e mais dez pessoas ligadas a ele, segundo o Ministério Público Federal (MPF), cometeram crime de evasão de divisas por meio do Opportunity Fund nas Ilhas Caimã, entre 1994 e 2002. Segundo a polícia, o volume movimentado pode superar os 2 bilhões de dólares, e o dinheiro seria lavado por Dantas também por meio da compra de gado.

A operação foi classificada como "tão complexa que nem o próprio cabeça da organização criminosa sabia quantos clientes e quantos recursos havia", de acordo com o delegado e coordenador da operação, Protógenes Queiroz.

Nahas e outros dez envolvidos terão de responder pelos crimes de formação de quadrilha, operação de instituição financeira sem autorização do Banco Central, uso de informação privilegiada e lavagem de dinheiro.

O advogado que representa Dantas afirmou, em entrevista coletiva, que a prisão do seu cliente foi "ilegal, arbitrária e desnecessária" e que o banqueiro tem sido perseguido pela PF e pelo Ministério Público, que poderiam "estar atendendo a interesses de alguns segmentos do governo".

O advogado Nélio Machado disse que está "amadurecendo" a idéia de que o governo federal estaria por trás da prisão de seu cliente e afirmou. Ele teve um rápido contato com Daniel Dantas na sede da PF, no Rio de Janeiro, e disse que o banqueiro está muito abalado. "Sem dúvida ele se encontra num estado de abatimento ... Mas ele me disse que não tem dúvidas de que sua prisão está ligada ao caso Telecom Itália."   Continuação...

 
<p>Daniel Dantas, Pitta e Naji Nahas s&atilde;o presos pela PF. O banqueiro Daniel Dantas, do Banco Opportunity, foi preso pela Pol&iacute;cia Federal nesta ter&ccedil;a-feira, acusado de comandar uma quadrilha que usava empresas de fachada para desviar verbas p&uacute;blicas. Foto do Arquivo. Photo by Jamil Bittar</p>