Coréia do Norte e EUA avançam para retomar negociações nucleares

terça-feira, 8 de abril de 2008 13:52 BRT
 

Por Melanie Lee e Daryl Loo

CIDADE DE CINGAPURA (Reuters) - O diálogo com o principal enviado da Coréia do Norte para as questões nucleares avançou na terça-feira rumo à retomada das negociações, hoje paralisadas, sobre os programas atômicos do país asiático, afirmou Christopher Hill, secretário-assistente de Estado dos EUA.

"Dependendo do que ouviremos das capitais até amanhã, acho que haverá alguns anúncios muito em breve", disse Hill a repórteres após encontrar-se com Kim Kye-gwan, vice-ministro das Relações Exteriores da Coréia do Norte, em Cingapura.

"Nós nos esforçamos o máximo possível. Tratamos de todas as questões que precisavam ser tratadas", afirmou.

Meios de comunicação sul-coreanos haviam antes divulgado a seguinte declaração atribuída a Kim: "Houve uma considerável diminuição das diferenças em nossas opiniões".

Segundo a agência de notícias Yonhap, da Coréia do Sul, Kim afirmou que as discussões haviam sido "substanciais".

Quando questionado sobre se em breve seria selado um acordo a respeito de uma declaração conjunta, o vice-ministro norte-coreano respondeu: "Conversamos sobre questões genéricas. Procurem olhar para isso concedendo-nos mais tempo e paciência."

As negociações internacionais sobre os programas nucleares da Coréia do Norte, das quais participam seis países (as duas Coréias, a China, o Japão, os EUA e a Rússia), encontram-se paralisadas à espera de os norte-coreanos entregarem um relatório completo a respeito de suas atividades na área.

Essa declaração deveria ter sido repassada no final do ano passado.   Continuação...