CORREÇÃO-Schincariol ataca cervejas premium e compra Eisenbahn

quinta-feira, 8 de maio de 2008 17:11 BRT
 

(Corrige o sobrenome do diretor de Marketing)

SÃO PAULO (Reuters) - A segunda maior cervejaria do Brasil, Schincariol, fechou acordo para a compra da catarinense Eisenbahn, especializada em cervejas premium, voltando a investir no segmento após três aquisições em 2007.

No ano passado, a Schincariol comprou as cervejarias especializadas em marcas premium Baden Baden (São Paulo), Igarassu (Pernambuco) e Devassa (Rio de Janeiro). A Eisenbahn, fundada em 2002, tem uma fábrica em Blumenau e emprega 90 pessoas.

"A gente viu uma possibilidade de ver a marca ir pra frente, ter um reforço muito grande nas ações de marketing", disse Juliano Mendes, um dos principais acionistas da Eisenbahn em teleconferência com jornalistas.

Sem revelar números específicos sobre a operação, o diretor de Marketing da Schincariol, Marcel Sacco, informou que o segmento de cervejas premium do Brasil corresponde a apenas 2 por cento do mercado total, que é dominado pela gigante AmBev, com quase 68 por cento de participação no mercado nacional.

Segundo Sacco, a aquisição da Eisenbahn, que distribui 13 rótulos principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país, foi feita com recursos próprios da Schincariol. O plano agora é levar as marcas da cervejaria catarinense para todo o país e reforçar as exportações para Uruguai, Estados Unidos e Austrália.

"O foco vai ser Brasil, com grande atenção ao exterior", disse Sacco sem dar mais detalhes.

Em comunicado, José Augusto Schincariol, que integra o conselho diretor da Schincariol, afirmou que a Eisenbahn comercializa cerca 1,8 milhão de litros por ano, "mas tem condições de triplicar essa capacidade de produção no curto prazo". Enquanto isso, a Schincariol tem capacidade de produção de 4 bilhões de litros por ano.   Continuação...