BOLSA EUROPA-Mercado dispara por auxílio à Fannie e Freddie

segunda-feira, 8 de setembro de 2008 07:55 BRT
 

Por Brian Gorman

LONDRES, 8 de setembro (Reuters) - O principal índice europeu de ações operava em forte alta nesta segunda-feira, recuperando-se ante a fraca semana passada depois que o governo dos Estados Unidos anunciou no domingo que irá tomar o controle das agências hipotecárias Fannie Mae FNM.N e Freddie Mac FRE.N.

Às 7h53 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 FTEU3 disparava 4,01 por cento, aos 1.170 pontos. Nesse ritmo o índice deve fechar a sessão com sua maior valorização diária desde 24 de janeiro.

"Essa é uma notícia grande", afirmou Arthur Van Slooten, estrategista no Société Générale. "Nada mais está impactando tanto hoje".

Ele acrescentou: "As dispersões do crédito têm sido um dos fatores que vêm puxando o mercado. Agora elas devem melhorar, e isso é um grande alívio. Esse será um ponto de virada do mercado. Mas ainda há algumas notícias ruins a virem da Europa, como a recessão".

No domingo, o governo dos Estados Unidos tomou o controle das agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac, lançando o que pode ser o maior plano de auxílio da história para ajudar o mercado imobiliário norte-americano e evitar mais turbulências nos mercados financeiro globais.

O plano torna mais evidente que as dívidas emitidas pela Fannie ou Freddie serão lastreadas pelo governo dos Estados Unidos e afastou temores sobre possíveis perdas entre instituições financeiras e de investidores que detêm tais papéis.

Os bancos disparavam. O UBS UBSN.VX subia 12 por cento, o BNP Paribas (BNPP.PA: Cotações) tinha alta de 8,9 por cento, o Credit Agricole (CAGR.PA: Cotações) avançava 10,3 por cento e o HBOS HBOS.L apresentava valorização de 12,7 por cento. As 10 maiores altas do índice eram bancos.

As ações da Freddie Mac (FRE.F: Cotações) em Frankfurt caíam 50 por cento, antes de serem suspensas dos negócios.   Continuação...