CÂMBIO-Dólar opera quase estável após cair mais de 1% por EUA

segunda-feira, 8 de setembro de 2008 11:38 BRT
 

SÃO PAULO, 8 de setembro (Reuters) - O dólar operava próximo à estabilidade nesta segunda-feira, reavaliando o anúncio do governo dos Estados Unidos de intervenção nas duas principais companhias de crédito imobiliário, Fannie Mae FNM.N e Freddie Mac FRE.N.

Às 11h30, a moeda norte-americana BRBY era cotada a 1,720 real, em leve alta de 0,1 por cento.

No início da sessão, o dólar chegou a cair mais de 1 por cento, mas abrandou o movimento com o mercado monitorando o risco Brasil e o desempenho do câmbio no âmbito internacional.

No domingo, o governo norte-americano assumiu o controle das duas maiores concessoras de hipotecas, numa tentativa de recuperar a economia, abalada pela crise de crédito.

Na sexta-feira, o dólar chegou a operar no Brasil nos níveis mais altos em cinco meses, mas fechou a sessão próximo à estabilidade.

Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da corretora Treviso, lembrou que o Brasil é um dos países emergentes com mais liquidez, o que dá combustível para a volatilidade do mercado.

O risco Brasil 11EMJ caía 11 pontos, para 251 pontos-básicos. Em relação às principais moedas, o dólar .DXY refletia o otimismo com a economia norte-americana e operava em alta de 0,88 por cento.

(Reportagem de Jenifer Corrêa e Silvio Cascione; Edição de Daniela Machado)