Wall Street tem forte alta com ajuda à Fannie e Freddie

segunda-feira, 8 de setembro de 2008 18:19 BRT
 

Por Steven C. Johnson

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta segunda-feira, com a aposta de investidores de que o socorro do governo às duas gigantes do setor de hipotecas, Fannie Mae e Freddie Mac, vai estabilizar o setor imobiliário.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 2,59 por cento, para 11.510 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,62 por cento, a 2.269 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 2,05 por cento, a 1.267 pontos.

Os investidores correram para as ações, especialmente para os papéis bancários, após o Tesouro dos Estados tomar o controle no domingo das duas companhias no que pode se tornar uma dos maiores socorros da história realizados pelo governo norte-americano.

As ações do Bank of America e Citigroup subiram mais de 6 por cento e foram uns dos principais impulsionadores do Dow e do S&P. As construtoras também avançaram, com o índice de construtoras de imóveis do Dow Jones subindo mais de 10 por cento.

Qualquer recuperação nos preços das moradias depende fortemente da saúde financeira da Fannie e Freddie, que possuem ou garantem aproximandamente metade de todas as hipotecas do país. A saúde do mercado imobiliário é considerada um setor chave para a recuperação da economia norte-americana.

Investidores esperam que a ajuda venha a restaurar a confiança no mercado hipotecário e que coloque um fim a uma série de baixas contábeis ligadas a investimentos hipotecários.

"Nós tivémos uma grande incerteza retirada do mercado --tanto nos Estados Unidos como globalmente", afirmou Al Goldman, estrategista-chefe de mercado da Wachovia Securities. "Foi um passo crítico do governo. Resolve todos os nossos problemas? Não. Mas foi um forte passo na direção certa."