Tribunal francês determina detenção de operador do SocGen

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008 15:34 BRST
 

Por Tim Hepher e Andrew Hurst

PARIS (Reuters) - Um tribunal francês emitiu ordem para a detenção de Jerome Kerviel, operador de valores acusado pelo banco Société Générale de causar enormes perdas à instituição. A determinação foi tomada depois que a polícia interrogou um segundo operador para estabelecer se ele tinha conhecimento sobre as atividades ilícitas de Kerviel.

A corte de apelações de Paris decidiu na sexta-feira que Kerviel deve ser mantido sob custódia durante a investigação por causa do risco de ele tentar fugir.

Um segundo operador está sendo interrogado pela polícia, disse uma fonte próxima da situação à Reuters. Este operador trabalhou na Newedge, uma corretora que executou ordens em nome de Kerviel, informou a fonte.

A corretora é uma subsidiária do Société antigamente conhecida como Fimat. O nome passou para Newedge este ano depois que a unidade foi integralmente adquirida pela Calyon Financial. Os escritórios da corretora foram vasculhados pela polícia na quinta-feira.

A polícia francesa está investigando um prejuízo de 4,9 bilhões de euros (7,1 bilhões de dólares) sofrido pelo Société e que foi revelado no mês passado. O banco culpa Kerviel pelas perdas.