Banco Central da China corta juro e reduz compulsório

quarta-feira, 8 de outubro de 2008 08:27 BRT
 

PEQUIM, 8 de outubro (Reuters) - O Banco Central da China, agindo em coordenação com outras autoridades monetárias ao redor do mundo, cortou taxa de juros de empréstimos e depósitos de bancos em 0,27 ponto percentual nesta quarta-feira.

O custo de empréstimos bancários de um ano cairá para 6,93 por cento ante 7,2 por cento anteriores, enquanto a taxa de referência de um ano para depósitos recuou de 4,14 para 3,87 por cento, informou o Banco Popular da China.

O BC chinês também cortou a alíquota dos depósitos compulsórios dos bancos em 0,5 ponto percentual.

A redução diminui o nível exigido dos bancos grandes para 17 por cento e do restante para 16 por cento.

O corte na taxa de empréstimos tem efeito a partir da quinta-feira, a redução da alíquota do compulsório vale a partir de 15 de outubro, informou o banco central em sua página na Internet (www.pbc.gov.cn).

O banco central da China não informou motivo para o relaxamento, que foi anunciado em conjunto com outros cortes de juros por parte do Banco Central Europeu, Banco da Inglaterra, Suíça, Suécia e Canadá, liderados pelo Federal Reserve.

O BC chinês havia reduzido a alíquota do compulsório e juros de bancos menores em 15 de setembro.

(Por Eadie Chen)