Queda do petróleo alimenta alta em Wall Street

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 18:09 BRT
 

Por Kristina Cooke

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos subiram com força nesta sexta-feira, encerrando a melhor semana em mais de três meses, com a queda do petróleo abaixo de 115 dólares por barril diminuindo a preocupação com a inflação e melhorando as perspectivas para as empresas e para os gastos de consumo.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 2,65 por cento, para 11.734 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 2,48 por cento, para 2.414 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 2,39 por cento, para 1.296 pontos.

Na semana, o Dow ganhou 3,6 por cento, o S&P 500 avançou 2,9 por cento, o Nasdaq decolou 4,5 por cento. Foi a melhor semana desde abril dos três índices.

A queda do petróleo para o menor nível em três meses alimentou a maior alta nas ações de varejistas em seis anos, com a Home Depot subindo 7,7 por cento.

Isso contrabalançou o prejuízo acima do esperado do resultado trimestral da concessora de hipotecas Fannie Mae .

As ações financeiras subiram ajudadas por uma visão que uma inflação mais baixa dará mais espaço para Federal Reserve não precisar elevar a taxa de juro, em um período em que o setor financeiro está lutando contra as condições apertadas do crédito.

"Nós estamos no menor nível de preços do petróleo em meses e existe um sentimento real que a tendência virou", disse Al Kugel, chefe de estratégia de investimento da Atlantic Trust.

"Os preços mais baixos do petróleo são bons para os negócios e para os consumidores, para o cenário inflacionário, eles irão melhorar o crescimento em algun lugar no futuro. Então, é 'ganhar e ganhar"'.

REUTERS FG