Economista do FMI defende novos cortes de juro

quarta-feira, 8 de outubro de 2008 10:32 BRT
 

WASHINGTON, 8 de outubro (Reuters) - O corte coordenado de taxas de juros liderado pelo Federal Reserve nesta quarta-feira foi "um passo na direção correta", mas novas ações podem ser necessárias à medida em que a economia global desacelera, afirmou o economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Mais pode ser preciso", disse Olivier Blanchard, que recentemente ingressou no FMI.

(Reportagem de Emily Kaiser)