REPERCUSSÃO2-Analistas discutem conflito na Ossétia do Sul

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 14:28 BRT
 

LONDRES, 8 de agosto (Reuters) - Os combates aumentaram dentro e ao redor da capital da Ossétia do Sul, região da Geórgia, com soldados e aviões da Geórgia enfrentando forças separatistas em uma tentativa de retomar o controle da região.

De acordo com a mídia russa, reforços de Moscou estão sendo enviados para a região, aumentando a ameaça de uma guerra ampla entre Rússia e Geórgia --ex-membro da União Soviética que agora é aliada dos Estados Unidos.

Veja a seguir comentários de analistas de defesa e política sobre a escalada da crise:

CHRISTOPHER LANGTON, ANALISTA DE DEFESA, INSTITUTO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS E ESPECIALISTA EM ÁSIA CENTRAL:

"É muito difícil dizer quão séria está a situação neste momento.

Mesmo que as imagens de televisão pareçam mostrar blindados russos a caminho da Ossétia do Sul, não dá para saber ao certo.

Se for esse o caso, seria o incidente mais sério na Ossétia do Sul desde o final da guerra, e mudaria a face do conflito de forma dramática.

Há agora o perigo real de que forças russas e georgianas combatam seriamente.

Eu ainda estou um pouco intrigado sobre o motivo disso ter ido tão longe, dados os riscos à Geórgia em termos da possibilidade de não conseguir realizar as aspirações para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e para a União Européia.   Continuação...