PIB da China deve crescer mais de 11% em 2007, inflação preocupa

quinta-feira, 8 de novembro de 2007 09:43 BRST
 

PEQUIM, 8 de novembro (Reuters) - A China deve registrar neste ano um crescimento superior a 11 por cento e a inflação deve ficar, em média, em torno de 4,5 por cento, afirmou o Banco Central do país em seu relatório de política monetária do terceiro trimestre.

O superávit comercial chinês continuará forte, mas a taxa de crescimento vai desacelerar, informou o Banco do Povo da China. O BC também disse que ao mesmo tempo em que pretende deixar a cotação do iuan mais flexível, manterá a moeda "basicamente estável".

O BC chinês afirmou que controlar a inflação continua sendo uma prioridade, considerando que o aumento dos custos dos alimentos e as expectativas inflacionárias continuam exercendo pressão sobre os preços.