CÂMBIO-Atento ao cenário externo, dólar opera em baixa por fluxo

quinta-feira, 8 de novembro de 2007 10:12 BRST
 

SÃO PAULO, 8 de novembro (Reuters) - A contínua entrada de recursos no país fazia o dólar operar em queda nesta quinta-feira, perto do menor valor em mais de sete anos e meio. O mercado, porém, mantinha-se atento a uma eventual piora externa após dias de volatilidade nas bolsas internacionais.

Às 10h12, a moeda norte-americana BRBY caía 0,52 por cento, para 1,732 real. Na véspera, após passar parte do dia em queda, o dólar fechou em alta de 0,29 por cento.

"Tem muito dólar sobrando no mercado", disse José Roberto Carreira, gerente de câmbio da Fair Corretora. "O (diferencial de) juro continua sendo um atrativo bom", justificou, citando um dos fatores que têm atraído investidores para o país.

De acordo com dados divulgados na véspera pelo Banco Central, o país registrou entrada líquida de mais de 6 bilhões de dólares no mês passado. Segundo Carreira, os leilões de compra efetuados pelo BC no mercado à vista não têm sido suficientes para enxugar a oferta excedente de dólares.

"Ontem comprou pouco, uns 200 milhões (de dólares) apenas", estimou.

A queda da moeda norte-americana, porém, pode ser afetada pela volatilidade nos mercados internacionais. Na véspera, as bolsas norte-americanas caíram mais de 2 por cento, preocupadas com a alta do petróleo, os efeitos da crise de crédito e com a queda global do dólar.

E, nesta quinta-feira, os investidores no exterior aguardam o depoimento ao Congresso do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke. Ele fala a partir das 13h (horário de Brasília), e deve enfrentar questões duras dos parlamentares sobre a atuação do Fed na recente crise de crédito.