Estatais petrolíferas indianas querem produzir álcool no Brasil

quinta-feira, 8 de novembro de 2007 11:47 BRST
 

NOVA DÉLHI, 8 de novembro (Reuters) - Empresas petrolíferas estatais da Índia estão planejando unir-se para comprar terras que produzem cana-de-açúcar no Brasil junto com parceiros locais, visando produzir álcool, disse na quinta-feira o presidente da Bharat Petroleum Corp Ltd (BPCL.BO: Cotações).

A Indian Oil Corp Ltd (IOC.BO: Cotações), a Hindustan Petroleum Corp Ltd (HPCL.BO: Cotações) e a BPCL seriam juntas donas de 50 por cento da proposta joint-venture para biocombustível, afirmou Ashok Sinha.

Sinha afirmou que, apesar de a BPCL ter um acordo de cooperação com a Petrobras (PETR4.SA: Cotações), as empresas estão abertas para uma parceria com qualquer empresa brasileira.

Ele afirmou que a localização e o tamanho da área de cultivo serão determinados em breve e eles esperam fechar financiamento para o projeto -- com custo estimado de 20 bilhões de rúpias (510 milhões de dólares) -- nos próximos três a seis meses.

Sinha explicou que o álcool seria usado para servir à demanda doméstica no Brasil ou para ser exportado a outros países.

Os preços voláteis do petróleo e da gasolina levaram os consumidores a usarem mais combustíveis produzidos a partir de fontes renováveis, como cana, milho e soja.

O álcool e o biodiesel são vistos como uma maneira de diminuir a dependência do petróleo estrangeiro e reduzir a emissão de gases do efeito estufa. O Brasil é o maior produtor mundial de álcool de cana, assim como o maior exportador do produto.