Lucro da Aracruz cai 6% no 3o trimestre

terça-feira, 9 de outubro de 2007 09:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A maior produtora mundial de celulose branqueada de eucalipto, Aracruz, anunciou nesta terça-feira lucro líquido de 260,9 milhões de reais no terceiro trimestre, queda de cerca de 6 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

O resultado foi influenciado por valorização de cerca de 11,7 por cento do real sobre o dólar no período, apesar do preço da celulose em dólares mais alto em 3 por cento e do ligeiro crescimento do volume de vendas, informou a Aracruz em comunicado.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou 394,4 milhões de reais de julho a setembro, ante 454,5 milhões de reais em igual intervalo de 2006. A margem foi de 45 por cento, ante 48 por cento registrados um ano antes.

A receita líquida somou 873 milhões de reais no trimestre passado, ante 938,2 milhões de reais obtidos um ano antes. Em volume, as vendas de celulose somaram 753 mil toneladas, alta de 1 por cento sobre o terceiro trimestre de 2006. O valor inclui os 50 por cento que a empresa possui na joint-venture Veracel, na Bahia.

A Aracruz, que aumenta preços de celulose a partir deste mês, informou que o volume de vendas no trimestre foi limitado pela capacidade de oferta de celulose. O volume foi afetado por paradas anuais para manutenção da "unidade Barra do Riacho (fábricas 'A' e 'C') e a antecipação da parada anual para manutenção da unidade Guaíba, antes programada para o quarto trimestre", informou a empresa em comunicado ao mercado.

A Aracruz abre a temporada de divulgação de resultados corporativos de terceiro trimestre de empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo.

(Por Alberto Alerigi Jr.)