Kassab atribui vantagem sobre Marta à aprovação de sua gestão

quinta-feira, 9 de outubro de 2008 12:54 BRT
 

SÃO PAULO, 9 de outubro (Reuters) - O prefeito de São Paulo e candidato Gilberto Kassab (DEM) afirmou nesta quinta-feira que seu bom desempenho na pesquisa de intenção de voto do Datafolha se deve ao alto índice de avaliação positiva de sua gestão.

Perguntado se já poderia parar de fazer campanha por ter alcançado 17 pontos percentuais de vantagem sobre a rival, a ex-prefeita Marta Suplicy (PT), ele evitou o salto alto. "Ô louco! Não fala isso", disse à Reuters, durante atividade em São Miguel, na zona leste da capital, onde ficou ligeiramente atrás de Marta na votação de 5 de outubro.

A 17 dias da eleição, uma sondagem do Datafolha divulgada nesta quinta-feira -- a primeira do segundo turno das eleições em São Paulo -- mostra Kassab com 54 por cento de intenções de voto, enquanto Marta tem 37 por cento.

"O mais importante da pesquisa é a avaliação que a população faz da gestão. Esse é o melhor sinalizador de que estamos no caminho certo para a cidade de São Paulo", afirmou Kassab a jornalistas, citando outro resultado do instituto, que dá à sua administração 61 por cento de aprovação.

Ele dividiu o resultado da pesquisa com o governador José Serra (PSDB), "afinal de contas, todos sabem que, no início desta gestão, Serra era o prefeito. Ele é um grande parceiro da cidade", afirmou.

Em 2004, Serra foi eleito prefeito, com Kassab como vice. Dois anos depois, o tucano deixou o posto para concorrer ao governo do Estado, deixando o cargo para Kassab.

O prefeito evitou responder as críticas de Marta, que disse que ele é dissimulado e nao tem imagem própria. Indagado insistentemente pelos jornalistas, declarou apenas que o eleitor quer conhecer as propostas dos candidatos e comparar o desempenho de cada um na prefeitura.

(Reportagem de Carmen Munari, Edição de Mair Pena Neto)