April 9, 2008 / 8:35 PM / 9 years ago

PANORAMA2-Inflação encerra dúvida sobre alta do juro neste mês

4 Min, DE LEITURA

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 9 de abril (Reuters) - O resultado mais forte do que o esperado do IPCA de março jogou a última pá de cal nas esperanças de quem apostava em manutenção do juro pelo Banco Central na próxima semana.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo subiu 0,48 por cento em março e acumulou, nos últimos 12 meses, alta de 4,73 por cento. Os números, divulgados nesta quarta-feira, surpreenderam analistas ouvidos pela Reuters, que esperavam, no máximo, inflação de 0,46 por cento.

"O resultado da inflação oficial bem acima do esperado poderá levar o Copom a iniciar o ciclo de aperto monetário com uma alta de 0,50 ponto percentual na taxa Selic, ao invés de 0,25 ponto", avaliou Elson Teles, economista-chefe da corretora Concórdia, em relatório.

O mercado de juros futuros, de fato, aumentou consideravelmente a aposta em uma elevação de 0,50 ponto percentual. Mas a maioria das 34 instituições financeiras consultadas pela Reuters ainda prevê que a alta será de 0,25 ponto percentual.

A expectativa ajudou a derrubar o dólar pela sétima sessão consecutiva ante o real, mesmo com o mau humor dos mercados internacionais.

Em Nova York, as bolsas de valores fecharam em queda por conta dos novos recordes do petróleo e de uma piora na previsão de resultados da UPS (UPS.N), do setor de logística. No Brasil, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também teve mostrou fraqueza.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,690 real, em baixa de 0,24 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,886 bilhões de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa caiu 1,65 por cento, a 63.476 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,87 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 1,09 por cento, aos 38.176 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 12,46 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 13,27 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 135,375 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,15 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subia 5 pontos, a 261 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 289 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI recuou 0,39 por cento, a 12.527 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 1,13 por cento, para 2.322 pontos. O índice S&P 500 .SPX teve baixa de 0,81 por cento, aos 1.354 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, avançava e o rendimento caía para 3,48 por cento no final da tarde ante 3,56 por cento na terça-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below