PANORAMA2-Inflação encerra dúvida sobre alta do juro neste mês

quarta-feira, 9 de abril de 2008 17:33 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 9 de abril (Reuters) - O resultado mais forte do que o esperado do IPCA de março jogou a última pá de cal nas esperanças de quem apostava em manutenção do juro pelo Banco Central na próxima semana.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo subiu 0,48 por cento em março e acumulou, nos últimos 12 meses, alta de 4,73 por cento. Os números, divulgados nesta quarta-feira, surpreenderam analistas ouvidos pela Reuters, que esperavam, no máximo, inflação de 0,46 por cento.

"O resultado da inflação oficial bem acima do esperado poderá levar o Copom a iniciar o ciclo de aperto monetário com uma alta de 0,50 ponto percentual na taxa Selic, ao invés de 0,25 ponto", avaliou Elson Teles, economista-chefe da corretora Concórdia, em relatório.

O mercado de juros futuros, de fato, aumentou consideravelmente a aposta em uma elevação de 0,50 ponto percentual. Mas a maioria das 34 instituições financeiras consultadas pela Reuters ainda prevê que a alta será de 0,25 ponto percentual.

A expectativa ajudou a derrubar o dólar pela sétima sessão consecutiva ante o real, mesmo com o mau humor dos mercados internacionais.

Em Nova York, as bolsas de valores fecharam em queda por conta dos novos recordes do petróleo e de uma piora na previsão de resultados da UPS (UPS.N: Cotações), do setor de logística. No Brasil, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também teve mostrou fraqueza.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:   Continuação...