Índice de valor do frete marítimo vai a menor nível em 28 meses

quinta-feira, 9 de outubro de 2008 10:56 BRT
 

LONDRES, 9 de outubro (Reuters) - O índice de preços do frete marítimo para granéis da Bolsa do Báltico .BADI, um importante indicador do movimento de matérias-primas no mundo, atingiu o menor patamar em 28 meses nesta quinta-feira, pressionado pelos temores de uma recessão, pelos distúrbios financeiros e pela redução da demanda por minério de ferro na China, disseram analistas.

O índice com base em Londres, que monitora os custos de embarque nas principais rotas de exportação para commodities secas, caiu 261 pontos, para 2.503 pontos, o menor nível desde junho de 2006. A queda na quinta-feira foi uma das maiores nos 23 anos de história do índice.

"Não há confiança em nenhum lugar, tudo recebeu um golpe. É um sentimento que se espalha", disse William Lyth, jornalista veterano na cobertura do setor de fretes, sobre os problemas financeiros.

Ele explicou que a redução da demanda da China por minério de ferro, importante motor do índice, também prejudicou bastante os preços.

Os custos de frete para matérias-primas de forma geral, excluindo o petróleo, caíram agora 78 por cento desde o recorde atingido em maio com a então forte demanda por recursos naturais na China e na Índia e o crescimento global.

O índice, bastante utilizado por economistas para prever ciclos de crescimento globais, sofreu algumas de suas maiores quedas diárias nas duas últimas semanas, com o aprofundamento da crise financeira.

(Por Stefano Ambrogi)