Lula já escolheu Dilma para sua sucessão, afirma Tarso Genro

quinta-feira, 9 de outubro de 2008 17:31 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 9 de outubro (Reuters) - O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou nesta quinta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai defender a indicação da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) como candidata do PT à sua sucessão em 2010.

Um dos possíveis presidenciáveis do PT, Tarso disse em entrevista à Agência Brasil, estatal, que se retirou da disputa pela escolha "visível" do presidente Lula por Dilma.

Tarso afirmou que como integrante do governo, "subordinado politicamente", tem que "respeitar a escolha do presidente", que "é a ministra Dilma".

Tarso Genro é o segundo ministro a falar publicamente que Dilma é a escolha de Lula para 2010. Em entrevista à Reuters, em 23 de setembro, o ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que sua percepção era que a questão estava decidida por Dilma.

"Penso que a opinião dele (Lula) pesa muito e deve ser considerada profundamente por qualquer partido", afirmou à época.

No dia seguinte, a ex-ministra do Turismo e candidata do PT à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, descartou sua candidatura à Presidência da República em 2010 e disse que Dilma tinha o apoio "explícito" de Lula. Marta já falara em agosto que a "vaga" era de Dilma.

(Texto de Mair Pena Neto, Edição de Carmen Munari)